segunda-feira, 12 de julho de 2010

Não ao "jornalismo irresponsável"

Outro dia bisbilhotando os blogs alheios me deparei com uma frase que dizia o seguinte: “Os blogs jornalísticos não esperam versão oficial, quem faz isso é assessor de imprensa ou jornalista chapa branca”. E ainda: “Nós praticamos um jornalismo às vezes até irresponsável, mas jornalismo”. O tal blog é um daqueles que o pessoal aqui da Grande Florianópolis costuma ler como meio alternativo às grandes mídias. Maravilha! O amiguinho estava criticando outro blogueiro, com coluna também em jornal, porque este não havia tratado sobre o famoso estupro até ter uma versão oficial da polícia. Pois bem. Acho lindo que esses blogs sirvam de meio alternativo, mas, por favor, ninguém deve achar certo que se pratique um “jornalismo irresponsável”. Jornalismo irresponsável simplesmente não existe, pois não é jornalismo. Informação = coisa séria. Ela forma opinião e pode até condenar pessoas. Um caso polêmico como esse causa raiva nas pessoas, indignação e não deve ser omitido (como fez a empresa da família envolvida) e nem ter uma versão dada através do jornalismo irresponsável. Os blogs que se dizem “jornalísticos” poderiam servir de fonte segura aos leitores. Porém, alguns preferem ficar na ilusão do “jornalismo irresponsável”. Intitulam-se paladinos da justiça achincalhando políticos, principalmente os que lhes convêm. É o teatro do faz de conta. Uma pena para o leitor que quer buscar algo ´diferente´. E os que não têm um olhar mais atento pensam: “Até que enfim uma pessoa que tenha coragem de falar”. Pobres! Mal sabem eles de tudo aquilo que está por trás. Seria melhor assim: esse blog apoia tal candidato e não gosta do outro, por isso, falaremos mal apenas de um. Mas eu vos escrevo para gritar: EU DIGO NÃO AO JORNALISMO IRRESPONSÁVEL!

Esse assunto me irrita e me dá muita Insônia!

Beijos e ....estou de volta!
Não tive tempo e nem inspiração de postar durante esses dias.